quarta-feira, 6 de julho de 2011

Mais um criminoso solto pela Justiça que não retorna e mata (mas quem se importa?) - (Nota do Blogger: Eleição popular urgente para cargos de juízes + fora o ensino jurídico doutrinário esquerdista, niilista, pederasta + Eleição popular para as chapas da OAB + Eleição Popular para Ministros do STF)

Mais um criminoso solto pela Justiça que não retorna e mata (mas quem se importa?)
Segundo a imprensa internacional, o Brasil é o país do presente e as potências tradicionais têm tudo a aprender conosco. Eles certamente não levam em conta a corrupção desenfreada, a desonestidade como princípio na vida pública, a tributação, a insegurança nas ruas e – especialmente – um sistema jurídico assassino, que solta bandidos perigosos para que eles possam “desenvolver seus talentos” à vontade. Que tal um estágio em alguma de nossas periferias para um desses sabichões que escrevem de suas luxuosas salas em Londres ou Nova York?
Na Páscoa de 2009, a Justiça considerou que Ananias dos Santos, condenado por roubo e formação de quadrilha, estava plenamente apto a dar uma saidinha e retornar depois. Obviamente, ele não retornou, continuou foragido e agora, em 2011, tudo indica que tenha matado as irmãs Josely Laurentino de Oliveira, 16 anos, e Juliana Vânia de Oliveira, 15 anos, assassinadas na última semana em Cunha (231 km de São Paulo): http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/03/30/morte-de-irmas-em-cunha-sp-pode-ter-sido-por-prova-de-amor-de-suspeito-a-namorada-diz-policia.jhtm.
Como Josely e Juliana não tinham “carteirinha” de nenhuma minoria habitual, seu assassinato certamente será esquecido em poucos dias. A imprensa (daqui e lá de fora) está menos interessada nele que em outros tipos de “crimes”, mais adaptados ao espírito de nosso tempo. Logo alguém falará alguma abobrinha ofendendo algum grupo de interesse, e pronto: os cadáveres esfriarão.
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário