terça-feira, 9 de agosto de 2011

Parabéns pela decisão de prisão perpétua!

O líder poligâmico Warren Jeffs, 55, que havia sido condenado por abuso sexual de duas crianças na quinta-feira passada (4), foi sentenciado pelo Júri à prisão perpétua nesta terça-feira, segundo informou a CNN.

O Júri do Estado do Texas, nos EUA, deliberou sobre a sentença em apenas 30 minutos.

O julgamento, no qual Jeffs se representou, incluiu discursos do líder poligâmico na forma de sermão sobre liberdade de religião e um áudio no qual os promotores alegam que documenta a violência sexual a uma menina de 12 anos na presença de outras três "esposas" do líder.

Jeffs foi condenado à prisão perpétua pela primeira agressão sexual agravada e 20 anos pela segunda agressão sexual, além de uma multa de US$ 10 mil.

Jeffs foi acusado de ter violentado duas crianças, em 2008, durante eventos de sua igreja em um rancho perto de Eldorado, no Texas. Uma menina de 12 anos de idade e outra de 14 anos, eram consideradas por ele "suas viúvas espirituais", segundo a rede de TV CNN.

Antes, uma analista forense disse que havia 99,99% de chances de Jeffs ser o pai de uma criança cuja mãe hoje tem 15 anos.

Jeffs é o líder da Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias*, que acredita que a poligamia leva à exaltação no paraíso.

Os seguidores dessa igreja acreditam que Warren Jeffs fala por Deus na terra.

Fonte via: Bol

Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com

(*) igreja de influência e origem Mórmon (que é uma seita anticristã)m - Nota deste blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário